TYPO3 Cumulus Flash tag cloud by TYPO3-Macher - die TYPO3 Dienstleister (based on WP Cumulus Flash tag cloud by Roy Tanck) requires Flash Player 9 or better.

 

Transparência na ação climática é chave para confiabilidade

 

Novo relatório do Registro Climático de Cidades carbonn (cCCR), revela que a relatoria global voluntária sobre a ação climática local impulsiona a credibilidade, acesso a financiamento e engajamento social

15.06.2014

Em 10 de Junho, durante o ‘Dia das Cidades’ nas Conversas das Nações Unidas sobre Clima em Bonn, Alemanha (UN Climate Change Conference in Bonn) o Centro Bonn para Ação Climática Local e Relatoria lançou o Relatório Anual do Registro Climático de Cidades carbonn (cCCR) 2013. De acordo com o relatório, 422 governos locais e subnacionais de 44 países, que representam 12% da população urbana mundial, estão nos trilhos para a credibilidade.

O cCCR é o maior banco de dados de ações climáticas locais do mundo, contendo 3870 ações de mitigação e adaptação, 870 compromissos sobre emissões de GEE e energia, e 771 inventários reportando cerca de 2.25 Gigatons de Co2e anuais. O cCCR catalisa a credibilidade de governos locais e subnacionais por possibilitar maior transparência, responsabilização e comparabilidade entre ações climáticas locais.

''A transparência global promove a construção de confiança nos governos locais e subnacionais e facilita seu acesso a financiamento e engajamento de cidadãos'', disse Gino Van Begin, Secretário Geral do ICLEI-Governos Locais pela Sustentabilidade. O ICLEI, associação global de mais de 1000 cidades dedicadas à sustentabilidade, opera o cCCR.

Credibilidade é um passo chave para assegurar que governos locais e subnacionais possam financiar ações climáticas locais capazes de diminuir as emissões globais de gases de efeito estufa e construir resiliência frente às mudanças climáticas. Estima-se que em 2030 serão necessários entre US$ 200-210 bilhões anuais para financiar ações de mitigação no mundo inteiro. Mais bilhões são necessários para financiar ações de adaptação.

De acordo com as informações do cCCR, governos locais e subnacionais relataram cerca de US$ 145 bilhões em investimento climático. 57% desse investimento foi feito pelos próprios governos locais. Um déficit de investimento de aproximadamente US$341 milhões ainda precisará ser coberto para financiar 188 ações de mitigação e adaptação já reportadas ao cCCR. Há uma expectativa de aumento desse montante acompanhando o aumento das responsabilidades dos governos locais e subnacionais no âmbito dos esforços globais para enfrentar a mudança climática.

Globalmente, os financiamentos para ações climáticas estão crescendo com o lançamento de programas de assistência ao financiamento especificamente dedicados a governos locais e subnacionais por importantes instituições como o Banco Asiático de Desenvolvimento, o Banco Interamericano de Desenvolvimento, o Banco Europeu de Investimento, o Global Environment Facility, o Global Energy Basel. No entanto, as exigências para elegibilidade continuam bastante rígidas, custosas, e demandantes de tempo. De acordo com as estimativas do Banco Mundial, apenas uma pequena porcentagem das 500 maiores cidades em países em desenvolvimento possuem capacidade de obtenção de crédito – aproximadamente 4% no mercado internacional de financiamento e 20% em mercados locais. Atualmente estão sendo explorados possíveis desenvolvimentos de capacitação sobre este tema.

A Cidade de Lima, Peru, sede da próxima Conferência Climática da ONU, é uma das cidades em desenvolvimento que alcançaram o status de merecedor de crédito. Lima é uma cidade pioneira do cCCR e já relatou um total de seis ações climáticas.

''Credibilidade, boa governança e transparência são chaves para capacidade de obtenção de crédito. Através da relatoria voluntária ao cCCR, cidades e regiões não apenas criam um cenário para aceleração da ação climática local, mas também demonstram credibilidade, responsabilidade, e elegibilidade para o recebimento dos fundos necessários para ações climáticas de mitigação e adaptação'', adicionou Gino Van Begin.

Acesse o Relatório completo aqui.

 
 
 
Google+
PT | ES