TYPO3 Cumulus Flash tag cloud by TYPO3-Macher - die TYPO3 Dienstleister (based on WP Cumulus Flash tag cloud by Roy Tanck) requires Flash Player 9 or better.

 

No centro do desafio urbano, eficiência energética nas cidades é tema de Seminário em Belo Horizonte

Crédito: Trey Ratcliff/Flickr-CC

Em um contexto de intensa urbanização e maior concentração de pessoas nas cidades, a sociedade moderna enfrenta o desafio de acomodar essa população e garantir a oferta de serviços e recursos à crescente demanda. A oferta de energia de fontes limpas e sustentáveis está no centro desse desafio. Para abordar as questões de eficiência energética nas cidades do ponto de vista nacional, estadual e municipal, o ICLEI - Governos Locais pela Sustentabilidade e o World Resources Institute Brasil (WRI Brasil) promovem o Seminário “Eficiência Energética nas Cidades”, na manhã desta quinta-feira (21), em Belo Horizonte, com apoio da BYD, Sebrae-MG, Prefeitura de Belo Horizonte, CEMIG e Governo do Estado de Minas Gerais. 

O evento vai reunir pela primeira vez as cidades brasileiras que vão aderir à Plataforma do BEA - Acelerador de Eficiência em Edificações (Building Efficiency Accelerator) e construir um caminho comum para promoção da eficiência energética. A iniciativa é realizada no âmbito da Plataforma Energia Sustentável para Todos (Sustainable Energy for All - SE4ALL), lançada em 2011 e liderada pelo ex-Secretário Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) Ban Ki-Moon e o Presidente do Banco Mundial Jim Yong Kim.

Organizado em três painéis temáticos, o seminário vai reunir representantes do setor público e privado para expor as principais iniciativas em eficiência dentro de suas instituições e apresentar casos e experiências bem-sucedidas. O primeiro painel vai explorar iniciativas do Governo Federal para a promoção da eficiência em municípios, com representantes do Ministério do Meio Ambiente, Ministério das Cidades e Ministério de Minas e Energia. O segundo painel abordará a perspectiva do governo estadual, e particularmente o estado de Minas Gerais, de oportunidades para municípios e pequenos empreendimentos. Neste debate, participarão especialistas do BDMG, Sebrae, CEMIG, Governo do Estado de Minas e representantes de empresas de energia. Por fim, o terceiro painel aprofundará o caso da cidade de Palmas e suas iniciativas locais para estimular a eficiência energética e geração de energia a partir de fontes limpas.


Confira a programação na íntegra


No período da tarde, será realizada uma Oficina fechada para convidados com o objetivo de mapear barreiras e oportunidades para eficiência energética e energias renováveis nos municípios, e que subsidiará as próximas fases da Plataforma BEA. Os resultados da discussão serão levados às Câmaras Temáticas do Fórum Brasileiro de Mudanças Climáticas para formulação de proposta sobre a estratégia implementação da NDC brasileira, que será apresentada ao Governo Federal.

Para participar, inscreva-se pelo formulário online.


Contexto

As edificações representam ⅓ da demanda por energia e ¼ das emissões de Gases de Efeito Estufa globalmente (BEA). O potencial de redução de consumo de energia em prédios e construções, por sua vez, também é de grande impacto: seria possível reduzir em ⅓ a demanda até 2050, caso medidas de eficiência fossem adotadas em larga escala, o que significa menor dependência por combustíveis fósseis e queda nas emissões de GEE, além de economia de recursos.

A iniciativa global BEA- Eficiência Energética em Edifícios, coordenada pelo ICLEI - Governos Locais pela Sustentabilidade e o World Resources Institute (WRI Brasil) no Brasil, propõe-se a dobrar a taxa de melhoria da eficiência energética no setor da construção até 2030. 

O BEA é uma parceria global desenvolvida para complementar outras redes existentes, engajando cidades a potenciais parceiros do setor privado, academia e agências multilaterais. Seus objetivos também colaboram diretamente com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030, notadamente o ODS 7 sobre energia acessível e limpa.

Sobre os realizadores:

ICLEI América do Sul - O ICLEI é a principal associação mundial de governos locais dedicados ao desenvolvimento sustentável, cuja rede global conecta mais de 1.500 governos de estados e cidades de diversos portes, em mais de 100 países. Movido pela causa de mobilizar os governos locais para construir cidades mais sustentáveis, o ICLEI oferece apoio para que desenvolvam suas políticas e ações pela sustentabilidade. O Secretariado para América do Sul conecta seus mais de 55 membros em 8 países a este movimento global. Ao longo destes anos, destacou-se no desenvolvimento e execução de projetos nas temáticas de: Clima e Desenvolvimento de Baixo Carbono, Resiliência, Resíduos Sólidos, Compras Públicas Sustentáveis, Biodiversidade Urbana, dentre outros.

WRI Brasil Cidades Sustentáveis auxilia governos e empresas no desenvolvimento e implantação de soluções sustentáveis para os problemas de mobilidade e desenvolvimento urbano nas cidades brasileiras. Ao promover o desenvolvimento sustentável, o WRI Brasil Cidades Sustentáveis trabalha para reduzir a poluição, melhorar a saúde pública, diminuir a emissão de gases de efeito estufa e criar espaços públicos urbanos seguros, acessíveis e agradáveis ao convívio. Possui Termos de Cooperação Técnica assinados com mais de 15 cidades, entre elas Rio de Janeiro (RJ), Belo Horizonte (MG) e Curitiba (PR).

 
 
 
Google+
PT | ES