TYPO3 Cumulus Flash tag cloud by TYPO3-Macher - die TYPO3 Dienstleister (based on WP Cumulus Flash tag cloud by Roy Tanck) requires Flash Player 9 or better.

 

Cidade de Santa Fé será sede da oficina de ICLEI na Argentina

Vista panorámica de la Ciudad de Santa Fe. Créditos: Gobierno de la Ciudad de Santa Fe.

Santa Fé, 8 de novembro - Nesta quinta-feira, a cidade de Santa Fé celebra a chegada da Rede internacional ICLEI - Governos Locais pela Sustentabilidade, tornando-se o escritório de Coordenação Nacional na Argentina. A inauguração da nova sede contará com a participação do Prefeito da cidade de Santa Fé, José Corral; do diretor da Agência de Cooperação, Investimentos e Comércio Exterior, Pablo Tabares; e o secretário executivo do ICLEI América do Sul, Rodrigo Perpétuo.

ICLEI é a principal Red global de mais de 1.500 cidades e regiões comprometidas com a construção de um futuro sustentável e que, por meio de esforços coletivos, impacta mais de 25% da população urbana global. O Secretariado para a América do Sul conecta mais de 70 governos associados em oito paises - cinco cidades na Argentina – a este movimento global.

A aliança entre o ICLEI América do Sul e a cidade de Santa Fé gera novas oportunidades de cooperação internacional para o município, como a participação em projetos internacionais para construção de novas capacidades, técnicas e políticas, e oferece uma plataforma de visibilidade regional e internacional para ações de referência em sustentabilidade desenvolvidas localmente. Além disso, Santa Fé contribuirá com sua visão para o planejamento estratégico do ICLEI no país e região, apoiando seu crescimento. Além de ser associado da Rede, Santa Fe também integra o Comitê Executivo Regional do ICLEI América do Sul (RexCom).

Para o Prefeito de Santa Fé, José Corral, "é uma alegria e orgulho que a cidade se torne a sede argentina do Escritório de Coordenação Nacional do ICLEI, que é a maior rede global de governos locais dedicadas ao desenvolvimento sustentável. Além disso, temos a satisfação de um objetivo alcançado através de estratégias que a cidade vem desenvolvendo há vários anos trabalhando em conjunto com universidades, organizações, governo provincial, especialistas e população. O esforço nos tem permitido atingir essa meta que é que o ICLEI instale um escritório em Santa Fe, para toda a Argentina".

Pablo Tabares, diretor da Agência de Cooperação, Investimento e Comércio Exterior de Santa Fe, disse que a chegada da Rede está diretamente relacionada com a tarefa de internacionalização e antecedentes que Santa Fé tem em seu relacionamento com o mundo. "É uma distinção e ao mesmo tempo um desafio porque, sendo a sede do Escritório Nacional do ICLEI na Argentina, vamos socializar com todas as cidades argentinas os projetos que a Rede tem", acrescentou.

No evento de lançamento, também será assinado o Acordo de Cooperação para o projeto EcoLogistics. "A implementação dessa iniciativa nos permitirá trabalhar para alcançar melhorias na eficiência do transporte de cargas na cidade e, acima de tudo, incentivar a nação a adotar uma política que possa ser replicada em todo o país", disse Pablo Tabares.

Agora, o ICLEI América do Sul, cuja sede está localizada em São Paulo, Brasil, possui dois escritórios nacionais de coordenação na região: o primeiro foi lançado na Colômbia em março deste ano, sediado pela Área Metropolitana de Valle de Aburrá (AMVA) em Medellín. Os dois escritórios marcam a consolidação da expansão do ICLEI na América do Sul, com o objetivo de permitir maior proximidade da Rede com seus associados nesses países, bem como fortalecer o apoio da Rede aos governos locais para que eles possam alcançar seus objetivos de sustentabilidade e contribuir com a implementação das agendas globais de sustentabilidade.

"A abertura do novo escritório do ICLEI na Argentina faz parte de nossa estratégia de expansão e maior presença na região, e desembarca em Santa Fé, município que vem trabalhando na implementação de políticas ambientais sustentáveis e já tem uma ampla presença internacional, participando de outras redes como a CGLU, Mercocidades e programas como 100 Cidades Resilientes", afirmou o Secretário Executivo do ICLEI América do Sul, Rodrigo Perpétuo.

Por meio do novo escritório, ICLEI América do Sul focará sua estratégia na Argentina inicialmente em três frentes: mudança do clima, transporte de carga de baixo carbono e energia renovável. A chegada do escritório do ICLEI na Argentina acompanha a implementação de projetos de cooperação internacional, com apoio do governo alemão, focados nos temas de logística urbana sustentável e energias renováveis: "EcoLogistics: Transporte de Carga de Baixo Carbono para Cidades Sustentáveis" , que apoia o desenvolvimento de soluções sustentáveis para carga urbana, impactando políticas e planos nacionais e locais neste setor, e o projeto "100% Renewable", previsto para 2019, que consiste na definição de estratégias, políticas, ações e objetivos ambiciosos dos governos subnacionais no campo das energias renováveis, apoiando a consecução dos objetivos nacionais de clima e energia. O projeto também promove a segurança energética e facilita a transição para o 100% de energia renovável.

Sobre ICLEI:

O ICLEI é a principal rede global de mais de 1.500 cidades e regiões comprometidas com a construção de um futuro sustentável. Por meio de nossos esforços coletivos, impactamos mais de 25% da população urbana global.

Os Governos Locais e Regionais da Rede ICLEI trabalham em conjunto com uma equipe diversa de especialistas globais em 22 escritórios ativos em 124 países. Juntos, abordamos os impactos locais de mudanças globais sem precedentes, da mudança climática à urbanização, com o objetivo de promover o desenvolvimento urbano com menor impacto possível nos sistemas globais e construir comunidades centradas nas pessoas e equitativas.

O Secretariado para América do Sul conecta seus mais de 70 governos associados em 8 países a este movimento global. Para continuar construindo fortes relações de apoio com seus membros, o ICLEI América do Sul abriu seu primeiro escritório de Coordenação Nacional na Colômbia. O escritório é sediado pela Área Metropolitana do Valle de Aburrá (AMVA). Ao longo destes anos, destacou-se no desenvolvimento e execução de projetos nas temáticas de: Clima e Desenvolvimento de Baixo Carbono, Resiliência, Resíduos Sólidos, Compras Públicas Sustentáveis, Biodiversidade Urbana, dentre outros. Conheça mais: www.iclei.org/sams

Sobre EcoLogistics:

Em muitas cidades, o transporte de carga é mal considerado, apesar de sua alta e crescente contribuição para as emissões de GEE. O Projeto EcoLogistics (2017-2021) treinará atores governamentais e não-governamentais para construir estratégias e políticas que promoverão o transporte urbano de baixo carbono e mais sustentável em 8 governos locais na Argentina, Colômbia e Índia.

O projeto destaca a ecologística como uma área prioritária para os governos locais e nacionais, por meio da conscientização, compilação e desenvolvimento de políticas, planos de ação, recomendações e orientações para as cidades pioneiras, rumo a uma ação exemplar. O projeto fortalecerá a capacidade institucional por meio da participação de várias partes interessadas, promoverá a integração vertical, desenvolverá uma ferramenta de avaliação de emissões da carga urbana, identificará e iniciará projetos-piloto de demonstração e apresentará recomendações de políticas nacionais.

Como a primeira iniciativa global deste tipo, o projeto ajudará as cidades a desenvolver um Plano de Ação de Baixo Carbono para o Transporte Urbano, apoiará na implementação de projetos de demonstração nas cidades e sugerirá recomendações de políticas nacionais para o setor de transporte urbano. As cidades que fazem parte do projeto são: Área Metropolitana do Vale do Aburrá, Bogotá, Manizales, na Colômbia, Rosário e Santa Fé, na Argentina, e Kochi, Shimla e Panaji, na Índia. A iniciativa EcoLogistics é implementada pelo ICLEI - Governos Locais pela Sustentabilidade e apoiada pelo Ministério Federal Alemão do Meio Ambiente, Conservação da Natureza e Segurança Nuclear (BMU) por meio de sua Iniciativa Internacional para o Clima (IKI). Maior informação: https://ecomobility.org/e/.

*Notícia atualizada o 9 de novembro con informação do Governo da Cidade de Santa Fé (http://bit.ly/2RFObhM). 

 
 
 
Google+
PT | ES