TYPO3 Cumulus Flash tag cloud by TYPO3-Macher - die TYPO3 Dienstleister (based on WP Cumulus Flash tag cloud by Roy Tanck) requires Flash Player 9 or better.

 

Agenda comum de ações locais e primeira atividade do ICLEI LEDS Lab marcam o segundo dia da Semana do Clima

20.08.19

A programação do segundo dia da Semana do Clima da América Latina e Caribe, que acontece em Salvador (BA), trouxe para o centro do debate grandes temas ligados à agenda de ações locais e regionais para o combate à crise climática.

Na parte da manhã, os debates no Painel de Salvador da Mudança do Clima focaram nos desafios relacionados ao financiamento. Na mesa “Perspectivas do setor financeiro - Desafios e Soluções para financiamento” representantes de governos locais e bancos de desenvolvimento trouxeram soluções e possibilidades relacionadas ao o financiamento de ações pelo clima das cidades.

Bárbara Brakarz, especialista sênior do Clima e Sustentabilidade, do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), destacou a vantagem em investir em ações locais pelo clima: "Nós vemos cada vez mais que o custo da não ação é muito maior do que o custo de se desenvolver ou se investir em uma infraestrutura urbana resiliente. O custo de não ação é muito mais alto do que se investir em tecnologias práticas de agricultura de baixo carbono, enquanto estamos trabalhando na Amazônia ou na Mata Atlântica para assegurar as necessidades do país".

Esta sessão foi organizada pela GIZ e contou com a participação de cidades do Projeto Urban-LEDS II assim como de Secretários de Meio Ambiente das Capitais Brasileiras que integram o Fórum CB27.

Em uma sessão fechada, na parte da tarde, representantes do estado brasileiro de Pernambuco, da cidade de Buenos Aires, capital argentina e da Área Metropolitana do Vale do Aburrá, na Colômbia, trocaram experiências sobre a implementação das NDCs (Contribuições Nacionalmente Determinadas), com foco no diálogo multinível entre governos nacionais, subnacionais e locais, durante o painel Diálogos sobre NDCs (NDC Dialogues).

Também na parte da tarde aconteceu a primeira atividade do ICLEI LEDS Lab, que no contexto do Projeto Urban-LEDS II, teve seu lançamento oficial realizado na noite de segunda-feira, durante a reunião do grupo consultivo. O objetivo desta nova iniciativa é aprimorar a capacidade instalada das cidades para que desenvolvam projetos com uma abordagem climática clara, auxiliando as cidades na elaboração de projetos financiáveis, considerando claramente os aspectos de mitigação e adaptação ao clima.

A atividade inicial foi uma oportunidade para as cidades Urban-LEDS II apresentarem seus projetos para uma banca avaliadora que selecionará dois municípios que receberão auxílio no processo de identificação dos gargalos e dificuldades de cada etapa do desenvolvimento de um projeto municipal.

Encerrando as atividades do dia do Painel Salvador de Mudança do Clima, aconteceu o debate “Cidades da América do Sul rumo à COP25”, realizado em parceria pelo ICLEI América do Sul, a C40 e a prefeitura de Salvador, com o apoio da KAS e da EKLA.

Com o intuito de fortalecer a agenda comum dos governos locais, esta sessão abriu o diálogo para a identificação de sinergias para potencializar a ação estratégica conjunta. Rodrigo Perpétuo, Secretário Executivo do ICLEI América do Sul, contextualizou os objetivos da organização com este debate: “O que o ICLEI coloca na mesa como insumo é a perspectiva multinível, contemplando todos os níveis de governo, principalmente os municípios e as prefeituras. Isso claro, sem deixar de considerar o diálogo com o setor privado e as universidades. Esperamos que essa discussão possa resultar efetivamente na inclusão e no reconhecimento pelos governos nacionais do protagonismo que podem ter municípios e estados não só na implementação, mas na construção das políticas nacionais de clima”.

Maria Águeda Muniz, Coordenadora Nacional CB27 e Secretária Municipal do Urbanismo e Meio Ambiente, de Fortaleza, corroborou com a discussão ao destacar a importância das parcerias. “Os atores aqui presentes são fundamentais para o desenvolvimento e formulação de políticas públicas baseadas nos planos de redução de emissões e baixo carbono. Sem a articulação de multiatores não atingiríamos os objetivos da cidade de Fortaleza. Através de parcerias, como a nossa com o ICLEI, podemos enfrentar as questões climáticas de forma concreta”.

Confira aqui a agenda completa da delegação do ICLEI América do Sul: bit.ly/agendaICLEI_LACCW.










 
 
 
Google+
PT | ES