TYPO3 Cumulus Flash tag cloud by TYPO3-Macher - die TYPO3 Dienstleister (based on WP Cumulus Flash tag cloud by Roy Tanck) requires Flash Player 9 or better.

 

Governos locais apoiam a juventude na Mobilização Global pelo Clima

Diversas cidades do Brasil e do mundo participam hoje, 20 de setembro, da Mobilização Global pelo Clima. A ação é para chamar a atenção dos cidadãos e do poder público para a grave situação climática do planeta Terra, influenciada sobremaneira pela ação do homem. Encabeçada pela juventude, a mobilização será retomada no dia 27 de setembro e ocorre poucos dias antes da cúpula climática de emergência da ONU, que será realizada no dia 23 de setembro, em Nova York.

O ano de 2018 está entre os quatro mais quentes desde o fim do século 19 e os efeitos negativos das mudanças no clima global já são observados por cientistas há décadas. Ocasionado em grande parte pelo uso excessivo de combustíveis fósseis, o aumento da temperatura global afeta e desequilibra os ecossistemas e coloca em risco a vida no planeta.

De acordo com informações do site oficial, a Mobilização Global pelo Clima tem como mote inicial o movimento #FridaysForFuture, liderado pela sueca de 16 anos Greta Thunberg, que fez um protesto no Parlamento de seu país chamando a atenção para a emergência climática, em agosto de 2018. Estudantes do mundo todo se inspiraram e organizaram protestos em mais de 100 países. Este ano, o movimento ganha escala global.

No Brasil, governos locais de diversas cidades comprometidas com a agenda de defesa do clima programaram ações e atividades de apoio.

Em Recife, Pernambuco, cidade que está entre as 7 brasileiras com políticas específicas para adaptação às mudanças do clima, estudantes da rede municipal de ensino se reúnem para participar de um grande plantio de árvores na Praça da República. As crianças farão um grande painel humano formando a frase “salve o planeta” que pode ser visto por imagens aéreas.

“A gente precisa cuidar melhor do planeta para que as próximas gerações tenham uma qualidade de vida melhor. Todos os dias o planeta dá sinais de que a gente precisa habitar ele de maneira diferente. Antigamente a gente falava só das geleiras derretendo, hoje em dia isso já bate na porta de todos com o aumento de enchentes, nevascas, calor excessivo em várias cidades e áreas do planeta sendo cobertas pelo aumento do nível do mar. Isso precisa convencer as pessoas a fazer uma mudança de comportamento”, disse à imprensa o prefeito do Recife e presidente do RexCom do ICLEI América do Sul, Geraldo Julio, durante sua participação na atividade.

Além disso, no Centro de Convivência do Jardim Botânico do Recife, acontece uma Mesa Redonda com o tema: Recife Resiliente – Trilhando caminhos à luz do ODS 13 (Ação Contra a Mudança Global do Clima).

Na capital sergipana, Aracaju, as escolas também mobilizam os alunos para realizar o plantio de árvores nativas da Mata Atlântica. A ação faz parte do programa de arborização do governo local “Aracaju mais verde: plante com a gente!" que tem como objetivo despertar o protagonismo do cidadão em relação à conservação do meio ambiente. A prefeitura disponibiliza as mudas e a equipe para coordenar a ação e em contrapartida a comunidade fica com a responsabilidade de manter e cuidar do plantio por meio de um termo de compromisso.

Em Belo Horizonte, é a Associação Mineira de Defesa do Ambiente (Amda) quem promove a Mobilização Global pelo Clima na cidade. A ação acontece na Assembleia Legislativa a partir das 11h e vai contar com um grande globo terrestre na escadaria da ALMG. A Amda também convoca aos participantes que vistam preto no dia, em luto pela situação atual do clima no mundo.

No Rio Grande do Sul, a cidade de São Leopoldo, que em 2018 ficou em 2ª lugar no ranking estadual de Índice de Sustentabilidade da Limpeza Urbana, realiza a participação na Mobilização Global pelo Clima com o plantio simbólico de uma árvore no Parque Imperatriz Leopoldina.

As mobilizações são conduzidas por uma grande coalizão de grupos, sindicatos, movimentos sociais e ONGs de todo o mundo, que respondem à convocação dos jovens ativistas do clima. Ao redor do mundo, eventos foram confirmados em 156 países, em todos os continentes.

 
 
 
Google+
PT | ES