TYPO3 Cumulus Flash tag cloud by TYPO3-Macher - die TYPO3 Dienstleister (based on WP Cumulus Flash tag cloud by Roy Tanck) requires Flash Player 9 or better.

 

Salvador planeja comemorar seus 500 anos com neutralidade de carbono

Prefeito ACM Neto assina decreto que cria o grupo de trabalho em mudanças climáticas. Foto: Secretaria de Comunicação de Salvador

O Seminário Cidade no Clima: Planejamento Climático em Salvador, realizado na quarta-feira (15/01), marcou o início do projeto para elaboração do Plano de Mitigação e Adaptação às Mudanças do Clima da capital baiana.

O evento foi realizado pela prefeitura de Salvador em parceria com o ICLEI América do Sul e a Way Carbon e contou com a participação de mais de 200 pessoas, dentre instituições da sociedade civil, representantes públicos, empresas, estudantes, professores e movimentos sociais.

Na parte da tarde, duas palestras tiveram como objetivo aprofundar o conhecimento dos participantes sobre a temática. A primeira, ministrada por Sérgio Margullis, economista ambiental e consultor da Way Carbon, abordou boas práticas em resiliência no Brasil e no mundo para sensibilizar sobre a adaptação climática. “O crescimento das cidades criou os problemas referentes às mudanças climáticas e é pelas cidades que esse problema vai ser resolvido. Hoje Salvador está na dianteira enfrentando esses desafios”, pontuou.

“Projeções de impactos da mudança do clima no Brasil: qual a melhor estratégia para um mundo descabornizado?” Foi o tema da palestra de Carlos Nobre, pesquisador em climatologia. Além de dados que evidenciam a urgência em agir para mitigar as mudanças climáticas, Nobre ressaltou a importância de priorizar esse debate. “O Brasil precisa se manter como protagonista no enfrentamento às mudanças climáticas e estamos vendo isso acontecer pelo papel protagonista de suas cidades”.

Também durante o evento, André Fraga, Secretário Municipal de Sustentabilidade, Inovação e Resiliência, recebeu o prefeito ACM Neto para a assinatura do decreto que cria o grupo de trabalho em mudanças climáticas. “O Plano é o cumprimento de uma das estratégias de resiliência de Salvador e faz parte de uma agenda muito maior que visa à justiça climática e o desenvolvimento sustentável”, destacou Fraga.

O Prefeito quer ainda adiantar para 2049, ano que Salvador completará 500 anos, o cumprimento da meta de zerar emissões até 2050 “Garantir a neutralidade de carbono até 2049 é uma meta audaciosa que depende da união do poder público, das instituições, da sociedade e de cada cidadão. Salvador assumiu protagonismo no Brasil na defesa das medidas que possam mitigar e ajudar a adaptar as nossas cidades aos efeitos da mudança do clima que são reais e não podem ser negligenciadas. Esse plano é um legado”, destacou.

 
 
 
Google+
PT | ES