TYPO3 Cumulus Flash tag cloud by TYPO3-Macher - die TYPO3 Dienstleister (based on WP Cumulus Flash tag cloud by Roy Tanck) requires Flash Player 9 or better.

 


Conselho ICLEI para América do Sul

O ICLEI se estabeleceu na América do Sul por meio da entidade jurídica ICLEI Brasil. O Conselho ICLEI Brasil é o órgão juridicamente responsável pela supervisão do funcionamento do escritório do ICLEI na América do Sul e é conformado por:

Conselho Diretor >> 

Pedro Roberto Jacobi
Diretor Presidente

Sociólogo, Mestre em Planejamento Urbano, Doutor em Sociologia e Livre Docente em Educação. Professor Titular da Faculdade de Educação e do Programa de Pós- Graduação em Ciência Ambiental da Universidade de São Paulo (PROCAM-USP). Coordenador do PROCAM USP 2010-2012. Coordenador do Laboratório de Governança Ambiental da USP- GovAmb USP. Membro do Núcleo de Pesquisa da USP- INCLINE (Investigating Climate Change). Editor da revista Ambiente e Sociedade. Presidente do Conselho do ICLEI Brasil desde 2011.

Fernando Nabais da Furriela
Diretor Auxiliar

Nascido em São Paulo, em 18 de maio de 1961.

Formação Acadêmica: Faculdade de Direito da Pontífica Universidade Católica de São Paulo (Bacharelado em Direito, 1984) e Mestrado (em Créditos Concluídos, 2004); Faculdade de Direito da Universidade Católica de Lisboa (Curso de Pós-Graduação em Direito Europeu, 1987); International Academy of The Hague (Curso de Direito Internacional Público, 1987); Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (Curso de Pós-Graduação em Direito Comercial, 1988). Trabalhos Publicados: Organizador e co-autor do Livro “Biodiversidade e Propriedade Intelectual” (2001) SMA.

Atividades Profissionais: Professor, Faculdade de Direito da Universidade São Francisco, 1989-1992. Associações de Classe: Ordem dos Advogados do Brasil, Associação dos Advogados de São Paulo, American Bar Association, Câmara de Comércio Francesa – Comissão Jurídica, Câmara de Comércio Britânica – ComitÇe de Meio Ambiente. 

Gino Van Begin
Diretor Administrativo

Gino Van Begin é o distinto Secretário Geral do ICLEI. Foi o Diretor Regional do ICLEI na Europa e Secretário Geral Adjunto desde 2007. Gino tem trabalhado de forma consistente e compreensiva nos últimos 12 anos, para garantir a qualidade do ICLEI como uma organização de governos locais responsável profissional e não lucrativa atuante na Europa e no mundo.
Gino também foi membro do Grupo de Especialistas da União Europeia na Comissão Europeia relativa ao Ambiente Urbano de 2003-2006, e é membro do Júri da Comissão Europeia para a Capital Europeia Verde.
Antes de se juntar ao ICLEI em 2000, Gino trabalhou como conselheiro e como líder de equipe dos Centros para administração e tecnologia, financiados pela União Europeia, em Kaliningrad e São Petersburgo, na Rússia, por sete anos. De 1987 a 1993, ele foi conselheiro legal na Direção Geral do Meio Ambienta da Comissão Europeia, Secretário Geral e Diretor Geral de Relações Externas.
Formado em direito pela Universidade de Bruxelas, Gino fala alemão, Francês, Inglês, neerlandês e Russo.

 
 
 

Conselho Fiscal>> 

Berenice Santana
Conselheira Fiscal


Possui Pós-Graduação em Gestão ambiental pelo Senac e MBA em Gestão Ambiental pela FGV, é formada em Matemática pela PUC São Paulo, com MBA pela Fundação Instituto de Administração - FIA em Programa de Excelência Gerencial.
Em seus 32 anos de profissionalização, sempre procurou assumir novos desafios. Assumiu posições diversa, como Agente Técnica da Fundação Prefeito Faria Lima – CEPAM; Assessora do Secretário de Estado da Educação e do Secretário Adjunto/Chefe de Gabinete; pesquisadora da Fundação Para o Desenvolvimento da UNESP – FUNDESP; Supervisora Geral da Equipe de Controle Estatístico do PROCON – São Paulo; Assessora Técnica de Gabinete da Prefeitura Municipal de Estância Turística de Embu e, posteriormente, tornou-se Secretária de Planejamento do mesmo município. Foi Coordenadora de Pesquisas da Oficina Consultores Associados; Assessora do Secretário da Secretaria de Ciência e Tecnologia do Estado de São Paulo; Assessora do Superintendente e da Diretoria Financeira do Instituto de Pesquisas Tecnológicas – IPT; Assessoria Especial na Presidência do Metropolitano de São Paulo – METRO; Diretora Geral da Sender Comércio e Importação Ltda; Diretora Geral da Frota Comércio Exterior Ltda. Atualmente, trabalha em consultorias para assuntos de gestão ambiental e gestão financeira.
É Conselheira Fiscal do ICLEI Brasil desde 2015.

Marco A. Fujihara
Conselheiro Fiscal

Engenheiro Agrônomo. Com mais de 30 anos de experiência no setor florestal, desenvolve projetos de qualificação empresarial nos parâmetros preconizados por Kyoto desde 1998 para os setores energéticos e de base florestal como Siderúrgico de papel e celulose, entre outros.
Tem avaliado projetos na área de economia de recursos naturais para o World Bank e para a ITTO - International Timber Tropical Organization. Foi coordenador de Produtos Florestais do Mercosul, Superintendente da Sociedade Brasileira de Silvicultura, Coordenador de Recursos Naturais da Bracelpa: Associação Nacional de Fabricantes de papel e celulose, e Diretor de Recursos Naturais Renováveis do IBAMA em Brasília. Além de ter atuado profissionalmente em várias empresas. Possui cursos de extensão Universitária em Economia das Empresas Agrícolas e Florestais, Política e Estratégia e, finalmente, em Climate Change realizado pela Havard University. Atua no IPCC desde 2002 como revisor de WG 2; Conselheiro do CDP - Carbon Disclosure Project; Conselheiro do CIF - Climate Investment Fund e Gestor do Fundo Brasil Sustentabilidade do Programa de Desenvolvimento Limpo do BNDES.
Foi Diretor de Sustentabilidade da PricewaterhouseCoopers no Brasil com atuação na América Latina. Atualmente é diretor do Instituto Totum, da Keyassociados e WayCarbon, com foco específico em Carbon Finance e Sustentabilidade empresarial.

Patricia Kranz
Conselheira Fiscal

Patricia Kranz é consultora em gestão de projetos participativos voltados para o desenvolvimento sustentável, a Agenda 21 Local e a criação de metodologias de capacitação, planejamento, monitoramento e avaliação. Com foco em estratégias de comunicação, cria e desenvolve conceitos e conteúdo de apoio a ações nas áreas ambiental e social.
Militante ambientalista desde o início dos anos 80, a carioca Patricia Kranz publicou pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente do Rio de Janeiro (SMAC), em 1995, a primeira versão do ”Pequeno Guia para a Agenda 21 Local”. Nessa época, foi ainda membro fundador da Comissão Pró-Agenda 21 Local do Rio de Janeiro.
Ainda na SMAC organizou os primeiros eventos relacionados à Agenda 21 Local da cidade do Rio de Janeiro além de, posteriormente, ter trabalhado como consultora no desenvolvimento da metodologia de trabalho desta cidade.
Patricia também trabalhou durante cinco anos com o International Council for Local Environmental Initiatives (ICLEI) no Programa da Agenda 21 Local, coordenando a execução dos projetos da organização no Brasil e atuando como presidente do ICLEI-Brasil (2004-2006). Permanece ligada à organização como consultora associada.
Pesquisou processos de gestão participativa na Dinamarca (1994) e trabalhou junto à GOAL (2002), organização humanitária irlandesa em Angola. Trabalhou em diversas ocasiões junto ao Ministério de Meio Ambiente (1997, 2003 e 2006). Atualmente, presta consultoria a empresas, instituições e municípios para a implantação de processos participativos voltados para a sustentabilidade.

 
 
 
 
 
 
Google+
PT | ES